Veja dentro da caixa

A transparência está no centro da nossa filosofia. O Posto9 nunca é uma empresa convencional desde que começamos em 2009. Sempre operamos em um nível socialmente consciente (antes que se tornasse moda), e sempre colocamos isso antes do lucro. Parece loucura, mas ainda estamos aqui e crescendo! Para nós, ter sempre uma linha de produção ética e sustentável sempre foi nosso principal valor. Afinal, nós só temos este planeta.

Sim, tornou nosso crescimento orgânico e mais lento, pois todos os lucros são devolvidos à empresa para financiar a produção. Mas somos totalmente independentes dos investimentos externos e somos auto-sustentáveis. Nunca trabalhamos com grandes fábricas, concentrando-nos nas costureiras locais e educando-as para produzir roupas de acordo com nossos padrões. Claro que é mais fácil trabalhar com grandes fábricas. Mas é o proprietário da fábrica que mantém todo o lucro, geralmente em países onde os direitos das mulheres são comprometidos. Como eliminamos essa etapa, garantimos que nossas colegas no Brasil sejam pagas diretamente e dividimos os ganhos como um coletivo. E você, como cliente, pode ter certeza de que seu produto foi fabricado de forma ética.

Nossos tecidos que sobraram são transformados em elásticos, e também temos um programa pré-aprovado para que vocês revendam suas perneiras. Como somos uma empresa pequena, não temos nossa própria unidade de reciclagem, mas estamos trabalhando com empresas existentes para garantir que nossos tecidos restantes sejam reciclados.

Desafios

Produção de Londres e Ibiza

As vantagens de produzir localmente são obviamente que podemos mudar a produção em um ritmo muito mais rápido e eliminar processos de amostragem demorados. Sim, é mais caro produzir localmente.

ATUALIZAÇÃO COVID-19

Desde o início da epidemia, estamos nos concentrando em fazer máscaras faciais, além de criar nossas novas peças com tecidos de coleções anteriores e introduzir peças alternativas, todas feitas localmente em pequenos lotes em nossa oficina em Londres, pois nossas outras cadeias de suprimentos foram atrasadas. É a nossa nova maneira de trabalhar. Assista esse espaço!

Produção do Rio de Janeiro

Um dos desafios que enfrentamos é a falta de tecnologia digital atualizada onde produzimos no Brasil e a necessidade de adaptação a uma linha de produção muito mecânica.

Optamos por fabricar no Brasil devido à dificuldade de exportar as matérias-primas fabricadas no Brasil. Adquirimos os tecidos localmente para que o transporte seja mínimo no local de produção.

O principal desafio é transportar os produtos acabados através do Atlântico. Nosso argumento para isso é que os tecidos têm uma qualidade tão duradoura que prejudicam a jornada.

Uma vez que as roupas estejam no Reino Unido, queremos que elas fiquem aqui e, portanto, implementamos um programa de revenda para evitar que itens sejam enviados para lojas de caridade e acabem em aterros, prolongando assim a vida útil das roupas.

Embalagens Recicladas

Todas as nossas etiquetas de vestuário são impressas em papel reciclado. As malas em que nossos produtos são enviados são recicladas. Os sacos transparentes de proteção contra poeira são compostáveis. Nenhuma confirmação impressa do pedido é enviada com o pedido, está disponível em nosso site, também no formulário de devoluções.

Iniciativas futuras

Estamos longe de ser perfeitos e sabemos disso. Mas procure ser transparente e autêntico.

Acreditamos firmemente que cada vez mais consumidores estão adotando nossa maneira de pensar todos os dias e gostaríamos que marcas de moda maiores fossem responsabilizadas por seus métodos de produção não éticos e a chamada “lavagem verde”.

Não são apenas as marcas da moda rápida que são os culpados. Celebridades que endossam ou têm suas próprias marcas têm o poder de mudar a maneira como produzem, mas ninguém questiona o fato de muitos de seus produtos serem feitos em países que exploram trabalhadores e lhes pagam amendoins.

Como cliente, você tem a escolha. Agradeço por todos nós